Ensolaramentos, engasgos e afins

peitomorto:

Tudo queimava, nada aquecia

Ando desencontrada.

Silvia Maria

O que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranquila. Em silêncio. Sem dar conselhos. Sem que digam: “Se eu fosse você”. A gente ama não é a pessoa que fala bonito. É a pessoa que escuta bonito. A fala só é bonita quando ela nasce de uma longa e silenciosa escuta. É na escuta que o amor começa. E é na não-escuta que ele termina.

Rubem Alves (via trechosdaliteratura)

A DANÇA

reescrevendo-me:

Não te amo como se fosse rosa de sal, topázio
ou flecha de cravos que propagam o fogo:
te amo secretamente, entre a sombra e a alma.

Te amo como a planta que não floresce e leva
dentro de si, oculta, a luz daquelas flores,
e graças a teu amor vive escuro em meu corpo
o apertado aroma que…

peitomorto:

Estávamos ali com o céu em nós. As mãos, unindo os nervos, faziam das duas criaturas uma só, mas uma só criatura seráfica. Os olhos continuavam a dizer coisas infinitas, as palavras da boca é que nem tentavam sair, tornavam ao coração caladas como vinham…

(Machado de Assis, Dom Casmurro )

Quero desaparecer. Dessa vez, eu não quero lutar.

Elena - O Filme; Petra Costa

Ando me distanciando e nem sei ao certo o que me acontece, já não sinto vontade de falar com muita gente, muitos não perceberam, que bom, assim não precisei perder meu tempo tentando explicar as razões pelas quais venho querendo fugir… Essas coisas são muito cansativas. Aliás, a maioria das coisas que envolvem pessoas são cansativas.

Sean Wilhelm (via cafeinados)

…que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros etc.
Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós.

Manoel de Barros, trecho de “Sobre importâncias”, no livro “Memórias inventadas – as infâncias”  (via peitomorto)

Dicionário feito por crianças.

corrocontraovento:

Adulto: Pessoa que em toda coisa que fala, fala primeiro dela mesma (Andrés Felipe Bedoya, 8 anos)

Ancião: É um homem que fica sentado o dia todo (Maryluz Arbeláez, 9 anos)

Água: Transparência que se pode tomar (Tatiana Ramírez, 7 anos)

Branco: O branco é uma cor que não pinta (Jonathan…

Essa vida viu, Zé. Pode ser boa que é uma coisa. Já chorei muito, já doeu muito esse coração. Mas agora tô, ó, tá vendo? De pedra.Nem pena do mundo eu consigo mais sentir. Minha pureza era linda, Zé, mas ninguém entendia ela, ninguém acolhia ela. Todo mundo só abusava dela. Agora ninguém mais abusa da minha alma pelo simples fato de que eu não tenho mais alma nenhuma. Já era, Zé. É isso que chamam de ser esperto? Nossa, então eu sou uma ninja. Bate aqui no meu peito, Zé? Sentiu o barulho de granito? Quebrou o braço, Zé? Desculpa!

Tati Bernardi

Trago no corpo
Cicatrizes subcutâneas.
Trago no olhar
Uma tristeza subterrânea
Que o meu sorriso
Se empenhou
Em aniquilar.

Eu nunca fui vítima de nada
Mesmo quando me afoguei
Por não saber nadar.
Eu escolhi o mergulho
E corri o risco
De vivenciar minhas emoções
Em alto mar.

Trago na alma
Alegrias decorrentes
De uma parca memória.
Tenho um passado pesado
Mas reescrevi minha história.

Trago no peito
Apenas amor, gratidão.
A vida me ensinou
Que sobreviver à derrota
É uma grande vitória:
Superação.


Marla de Queiroz

Mas eu sei que alguma coisa aconteceu, está tudo assim, tão diferente.

Legião Urbana

Melhor um não que um se. Melhor um não que um talvez. Melhor um não que um peso na consciência.

Clarissa Corrêa

1 2 3 4 5 Próxima